PROFESSORAS DO ENSINO PRIMÁRIO DE SALVADOR: QUEIXAS, PEDIDOS E REIVINDICAÇÕES (1912-1918)

Fabiano Moreira da Silva

Resumo


O artigo trata das queixas, solicitações e
demandas de professores da educação
básica pública na cidade de Salvador
antes e durante a greve da categoria de
1918. As mulheres eram oitenta por cento
do contingente de professores municipais e
suas manifestações nos jornais e através
de cartas enviadas para autoridades
públicas foram recorrentes entre os anos
de 1912 a 1918. Durante esse período, o
governo do estado da Bahia e o Município
de Salvador estavam sob o domínio de JJ
Seabra e os jornais da oposição serviram
como espaços para a demonstração de
insatisfação por parte das professoras. As
principais queixas das professoras foram
as precárias condições das escolas, os
atrasos no pagamento de salários e as
ameaças de despejos. O artigo demonstra
que os professores já apresentavam sua
insatisfação nos anos anteriores à greve de
1918 e foram importantes para a
organização do movimento.
Palavras-chave: Mulheres. Professoras.
Greve. Salvador.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.