IMPACTO DOS FATORES MACROECONÔMICOS NA EMISSÃO DE AÇÕES NA BOLSA DE VALORES

Jailson da Conceição Teixeira de Oliveira, Bruno Ferreira Frascaroli

Resumo


Buscou-se com esse estudo analisar quais relações a emissão de oferta pública de ações guardam com as seguintes variáveis: taxa de juros, produção industrial, taxa da inflação, e o retorno dos ativos no mercado acionário brasileiro. As séries que compõe o escopo desse trabalho foram obtidas junto ao IPEA e BM&FBovespa, com frequência mensal, de janeiro 1998 à janeiro de 2012. Dado o fato de que as variáveis foram todas estacionárias foi utilizado o modelo de Vetores Auto Regressivo. Recorreu-se a técnicas de Decomposição da Variância e Funções de Impulso e Resposta para verificar a significância dos choques dessas variáveis na emissão de oferta pública de ações e foi constatado quea maior parte dos desvios causados na sua variância é explicada por variações sofrida nela mesma, com uma participação de mais de 90,0%, ao longo dos dez meses. Em seguida estão as variáveis Selic e IPCA. Em paralelo foi aplicado o teste de causalidade de Granger, que indicou que todas as variáveis afetam a emissão de ofertas públicas, exceto a Ibovespa. 


Palavras-chave


Oferta pública de ações. Decomposição de variância. Vetores auto regressivos.

Texto completo:

ARTIGO

Referências


ALDRIGHI, D.M.. As Ofertas Públicas Iniciais na Bovespa no período recente: características das empresas, estrutura de propriedade e de controle, e desempenho. In: XXXVIII Encontro Nacional de Economia - ANPEC, Salvador, 2010., Salvador. Anais do XXXVIII Encontro Nacional de Economia - ANPEC, 2010.

ALEXANDER, C. Modelos de mercados. Um guia para analise de informações financeiras. trad. Jose Carlos de Souza Santos. São Paulo: Bolsa de Mercadorias & Futuros, 2005.

AMEER, R. MacroeconomicFactors and IPOs in Malaysia. Asian Academy of Management Journal of Accounting and Finance, Vol. 8(1), 1-30, 2011..

TRAN, A L.;JEON, B.N..The dynamic impact of macroeconomic factors on initial public offerings: evidence from time-series analysis. Applied Economics, London, 43:23, 3187-3201, 2011.

BACHMANN, R. K. B.;AZEVEDO, S. U.;CLEMENTE, A. Regularidade no pagamento de dividendos e governança Corporativa: estudo em companhias de capital aberto listadas na BM&FBovespa. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, Salvador, v. 2, p. 68-79, maio/ago., 2012.

BM&FBOVESPA. Ações: captação de recursos de um jeito transparente e seguro. 2012. Disponível em . Acessoem: 27 de Maio de 2012.

BOX, G.; JENKINS, G. Time series analysis: forecasting and control. 2. ed., San Francisco: Holden-Day, 1976.

CANUTO, O.; SANTOS, P. F. dos. Risco-soberano e prêmios de risco em economias emergentes. Ministério da Fazenda, Secretaria de Assuntos Internacionais, Temas de economia internacional, Jan. 2003.

CHRIST, C. F. The Cowles Commission's contributions to econometrics at Chicago, 1939-1955. Journal of Economic Literature, n. 32, p. 30-59, 1994.

DICKEY, D.A.; FULLER, W.A. Distribution of the estimators for autoregressive time series with a unit root. Journal of the American Statistical Association, Alexandria, 74, 427-431, 1979.

ENDERS, W. Applied econometric time series. New York: John Wiley & Sons, 1995.

HAMILTON, J. D. Time series analysis. New Jersey: Princeton University Press, 1994.

KIM, W., WEISBACH, M. S. Do Firms go public to raise capital? NBER working paper 11197, 2005.

ELLIOT, G.; ROTHENBERG, T. J.; STOCK, J. H. Efficient tests for an autoregressive unit root. Econometrica, Chicago, v. 64, n. 4, p. 813-836, 1996.

ENGLE, R. Autoregressive Conditional Heteroskedasticity with estimates of the variance of United Kingdom inflation. Econometrica, Chicago, n. 50, p. 987-1007, 1982.

GRANGER, C. W. J. Investigating causal relations by econometric models and cross-spectral methods. Econometrica, Chicago, n. 37, p. 424-438, 1969.

HOOVER, K. The Methodology of Econometrics. In: T.C. Mills and K. Patterson (eds.) Palgrave Handbooks of Econometrics, vol 1, Econometric Theory, MacMillan, 2006.

LAMEIRA, V. Negócios em bolsa de valores: estratégias para investimentos. São Paulo: Alaúde Editorial, 2005.

LEAL, R. P. C. Três desafios para a abertura de capital. Revista CVM, São Paulo, n. 32, p. 56-61, 2000.

MAIA, S. F. Modelos de Vetores Autoregressivos: uma nota introdutória. Texto para discussão n. 60, Pós-Graduação em Economia – Universidade Estadual de Maringá, 2001.

MATSUO, A. K.; EID JR., W. Influência de fatores macroeconômicos nas emissões

primárias do mercado brasileiro. In: EBFIN, 4., 2004, Rio de Janeiro. Anais do EBFIN. Rio de Janeiro: SBFIN, 2004.

MORETTIN, P. A.; TOLOI, C. M. C. Análise de séries temporais. Edgard Blucher, Associação Brasileira de Estatística ABE – Projeto Fisher, 2004.

MOTTA, R. da R.et al. Engenharia econômica e finanças. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

NASCIMENTO, F. S. P.; MOURA, A. A. F.; DE LUCA, M. M. M; VASCONCELOS, A. C. Práticas de governança corporativa dos conselhos de administração das empresas do novo mercado da BM&FBovespa. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, Salvador, v. 3, p. 148-169, 2013.

PELLICANI, A.D. Governança corporativa e restrição financeira nas decisões de investimento. 2011. 113f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Produção) - Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo, São Carlos, 2011.

PINHEIRO, J. L. Mercado de Capitais: Fundamentos e técnicas. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2009.

SANVICENTE, A.Z. Administração Financeira.3 ed. São Paulo: Atlas, 1987.

SILVA, E. K. da; MAIA, S. F. Metas inflacionárias no Brasil: um estudo empírico usando modelos auto-regressivos vetoriais. In: 11ª Escola de Séries Temporais e Econometria, 2005, Vila Velha. Anais da 11ª Escola de Séries Temporais e Econometria, 2005.

SILVA FILHO, O. C. da; SILVA, L. da C.; FRASCAROLI, B. F. Política monetária e mudanças macroeconômicas no Brasil: uma abordagem MS-VAR. Fórum do Banco do Nordeste, 2006.

SONÁGLIO, C.M. ; BRAGA, M. J.; CAMPOS, A. C. Investimento público e privado no Brasil:evidências dos efeitos crowding-in e crowding-out no período. Revista ANPEC, Brasília, v. 11, p. 383-401, 2010.

SIMS, C. Macroeconomics and reality. Econometrica, Chicago, v.48, n.1, 1-48, 1980.

_______. Comment on Angrist and Pischke. 2010. Disponível em

Acesso em 20/05/2011.

SOUZA, D. A.; AZEVEDO, L. A. O impacto das variáveis macroeconômicas na emissão de ações na bolsa de valores. In: II Encontro de Economia do Espírito Santo, 2011, Vila Velha - ES. Anais do II EEES, Vila Velha , 2011.

ZIVOT, E.; WANG, J. Modeling Financial Time Series with S-Plus.2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.18028/rgfc.v4i1.484

Apontamentos

  • Não há apontamentos.