AS DIFICULDADES NO ESTUDO DA FÍSICA POR ESTUDANTES NO ENSINO MÉDIO DO COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR - DENDEZEIROS

MARIA VICTORIA CABOCLO NOVAIS CHAGAS

Resumo


A Física é uma disciplina que explica fenômenos, acontecimentos e várias outras ações que ocorrem no nosso cotidiano. Na Educação Básica da rede estadual da Bahia os assuntos de Física estão presentes no 9º ano, ensino fundamental, séries finais junto com conteúdos de Biologia e Química, diluídos na disciplina de Ciências e em todo Ensino Médio nos três anos. A Física faz parte do currículo escolar oficial e é de grande importância, conforme se observa no decorrer da história da humanidade. Grandes nomes surgiram nesse campo e na condição de Ciência ela está dividida em duas partes: Física clássica e Física moderna, explanando as principais obras e descobertas humanas. Na escola ela está na Área de Ciências da Natureza e suas tecnologias, apresentada pelos Parâmetros Curriculares Nacionais - PCNs de forma inovadora, ao propor aos professores a utilização de ferramentas que levem o estudante a entender a relação entre o que o docente ensina em sala e os fenômenos que ocorrem no cotidiano, através da aproximação entre os conteúdos abordados no currículo e a realidade discente, essa proposta oferece grandes contribuições no que diz respeito ao ensino e aprendizagem dessa disciplina no Ensino Médio do Colégio da Polícia Militar–Unidade Dendezeiros, em Salvador, Bahia. O objetivo geral da pesquisa é identificar as dificuldades encontradas no componente curricular de física, pelos estudantes no ensino médio do Colégio da Policia Militar – Dendezeiros e os objetivos específicos relacionar as dificuldades encontradas na produção de conhecimento em sala de aula e elencar as possíveis soluções sugeridas por professores e estudantes para esses problemas. A metodologia escolhida foi de cunho qualitativo, através de questionários com perguntas abertas, entrevistas, observações e leitura de documentos legais sobre o Ensino Médio e autores que discutem a importância do ensino da Física, assim estudantes e professores puderam expor os obstáculos encontrados e propostas para a problemática. Com base nas informações colhidas, alguns problemas foram elencados e vistos como os mais críticos e algumas alternativas como forma de solucionar os bloqueios encontrados, de grande relevância para a valorização da disciplina Física no Ensino Médio. A pesquisa realizada apresenta um resultado surpreendente em relação aos estudantes que afirmaram gostar de estudar Física, porém sentem dificuldades no aprendizado dos conteúdos, devido à limitação da linguagem matemática necessária para o estudo da Física, por conta de deficiência s na disciplina de Matemática desde os anos iniciais do Ensino F undamental. Outra dificuldade relatada pelos estudantes também é o grande distanciamento entre o que é lecionado dentro de sala e o mundo exterior, quanto à estrutura é deficiente por falta de condições de manutenção de laboratório equipado, além do distanciamento entre professor e aluno dentro da sala de aula. Em razão desses motivos os alunos se sentem desmotivados e consequentemente aprofundam as dificuldades. Uma possível solução sugerida pelos jovens é relacionar o conhecimento científico da Física e o dia-a-dia, o cotidiano dos estudantes. Na sala de aula os professores poderiam fazer uso de experimentos e no laboratório construir as aulas práticas, para motivação do aprendizado e maior compreensão da disciplina, além de fazer a interdisciplinaridade com outros componentes curriculares.

Palavras-chave


Motivação; Ensino; Física

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 MARIA VICTORIA CABOCLO NOVAIS CHAGAS


 

Universidade do Estado da Bahia – UNEB – Campus I
Rua Silveira Martins, 2555, Cabula – Salvador-BA
CEP 41.150-000
Prédio da Pós-Graduação em Educação – GEOTEC

 
ISSN: 2674-7227

PERIODICIDADE: Bienal

INDEXADORES E DIRETÓRIOS: 


Todo o conteúdo publicado nestes Anais está licenciado com uma Licença Creative Commons - Attribution-ShareAlike 4.0 International.