O DESENVOLVIMENTO DA CONSCIÊNCIA CRÍTICA A PARTIR DO INTERESSE MUSICAL DOS JOVENS DA TIMBALADA SSA/BA

WILLIAMS MARTINS DE OLIVEIRA COSTA, KÁTIA SOANE SANTOS ARÁUJO

Resumo


Em meio às transformações sociais, destacam-se as inovações tecnológicas e científicas e com elas a necessidade social de desenvolver o senso crítico, no entanto esse movimento deve ser constante, uma vez que as transformações acontecem de forma rápida e influencia e/ou até mesmo muda os estilos, as formas e os modos de conduzir e viver a vida. Contudo, a criticidade da população diante desses fatores está cada vez menor, principalmente devido aos baixos índices de alfabetização e escolaridade que ressoam no panorama educacional brasileiro. No entanto, o que se destaca é o (des) interesse dos jovens pela busca do conhecimento, principalmente os da camada mais carente da população, cuja vivência com o ambiente letrado é bastante reduzido ou quiçá inexistente, pois o que se percebe, em partes, é que não há nenhuma excitação para o desenvolvimento e/ou aprimoramento do saber, consequentemente dificultando a produtividade do indivíduo em relação ao mundo em que vive e com os processos políticos os quais estão inseridos. Pesquisas apontam que um dos maiores desejos de parte da população é alfabetizar-se, principalmente os adultos ou até mesmos os idosos, pessoas que no tempo “ideal” de escolaridade não conseguiram aprender a ler, a escrever e em alguns casos a letrar-se, isto por conta de fatores externos como: o trabalho, o acesso à escola, a pobreza, a desigualdade social entre outras questões que os obrigaram a estarem ausentes da escola. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, cerca de 29% da população não sabem ler e escrever, quantitativo muito alto para um país em desenvolvimento. A alfabetização é uma etapa fundamental no desenvolvimento educacional e social do indivíduo, contudo, só a leitura e a escrita não comportam as demandas sociais da atualidade e o letramento é um elemento chave para construção de uma sociedade mais crítica. Isto porque, para os profissionais da educação, o indivíduo letrado não é só aquele que conduz as funções da leitura e escrita, mas, sim aquele capaz de dominá-la em seu cotidiano, desde modo uma pessoa letrada consegue ir além das funções básicas, compreendendo os mais diferentes contextos. Pois, quando um indivíduo, usa das suas capacidades de questionamentos: debater, duvidar e questionar, ele quebra cultura do conformismo, e busca ir além do seu conhecimento prévio. O letramento tem a perspectiva que se amplia o que se sabe, indo além do uso dos elementos pedagógicos. Com base nessa compreensão destaca-se a música como estratégia para desenvolvimento da criticidade, uma vez que essa arte é uma ferramenta universal, permeada por prazer e sentimentos, além de favorecer o desenvolvimento crítico dos indivíduos para além da realidade que os rodeiam. Assim, sendo os jovens consumidores de muitos estilos musicais, esse projeto de pesquisa tem como objetivo analisar o desenvolvimento da consciência crítica a partir do interesse musical dos jovens moradores da Timbalada Salvador/BA, para uma possível libertação, como objetivos específicos compreender o conceito de letramento; Aprofundar o entendimento do processo de favelização; e, investigar os interesses musicais e a sua relação com a criticidade. Para tanto, será aprofundado os conceitos de alfabetização, letramento e música como estratégia de conscientização; Serão realizados questionários com jovens da faixa etária de 14 a 24 anos, com a finalidade de compreender como esse processo vem acontecendo na comunidade da Timbalada, no bairro do Cabula Salvador/BA e por fim confrontaremos as bases conceituais com os dados obtidos.

Palavras-chave


Letramento; Alfabetização; Música

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 WILLIAMS MARTINS DE OLIVEIRA COSTA, KÁTIA SOANE SANTOS ARÁUJO


 

Universidade do Estado da Bahia – UNEB – Campus I
Rua Silveira Martins, 2555, Cabula – Salvador-BA
CEP 41.150-000
Prédio da Pós-Graduação em Educação – GEOTEC

 
ISSN: 2674-7227

PERIODICIDADE: Bienal

INDEXADORES E DIRETÓRIOS: 


Todo o conteúdo publicado nestes Anais está licenciado com uma Licença Creative Commons - Attribution-ShareAlike 4.0 International.