QUE COMECEM OS JOGOS! A BATALHA (GEO)CARTOGRÁFICA COMO ARTEFATO DIDÁTICO-PEDAGÓGICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA

MANUELA EVANGELISTA DA SILVA

Resumo


A Cartografia é uma ciência que atrelada ao ensino de Geografia constrói e potencializa o raciocínio geográfico através dos artefatos didático-pedagógicos por ela fornecidos. Assim, estes escritos intencionam apresentar as experiências formativas vivenciadas no âmbito do estágio profissional pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL), em uma turma do 6º ano do Ensino Fundamental, no Colégio Estadual de Bandiaçu, distrito de Bandiaçu, município de Conceição do Coité, Território de Identidade do Sisal, estado da Bahia. A prática pedagógica evidenciada é a batalha (geo)cartográfica, construída com o intuito de problematizar a compreensão e a aprendizagem do conteúdo sobre o sistema de coordenadas geográficas – latitude e longitude –, o qual é considerado pelos alunos como um conceito abstrato, por se tratar do estudo de linhas imaginárias. A utilização deste jogo potencializou a aprendizagem dos alunos ao dinamizar e promover uma maior interação na sala de aula e, permitir a compreensão desta localização dos pontos através da junção das letras e números, os quais correspondem respectivamente à longitude e latitude.

Palavras-chave


Cartografia; Ensino de Geografia; Batalha (geo)cartográfica

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 MANUELA EVANGELISTA DA SILVA


 

Universidade do Estado da Bahia – UNEB – Campus I
Rua Silveira Martins, 2555, Cabula – Salvador-BA
CEP 41.150-000
Prédio da Pós-Graduação em Educação – GEOTEC

 
ISSN: 2674-7227

PERIODICIDADE: Bienal

INDEXADORES E DIRETÓRIOS: 


Todo o conteúdo publicado nestes Anais está licenciado com uma Licença Creative Commons - Attribution-ShareAlike 4.0 International.