AS CRIANÇAS COMO PESQUISADORAS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE UMA PRÁTICA INOVADORA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

LÍLIAN MATOS DA SILVA

Resumo


Este trabalho compreende um relato de experiência desenvolvido num Centro Municipal de Educação Infantil, da cidade de Salvador, Bahia, com crianças de três a quatros anos de idade. Para além de uma descrição sobre um projeto inovador desenvolvido em âmbito educacional, este texto objetiva apresentar a criança como participante e pesquisadora ativa do seu mundo de vivências, questionando e investigando algo que lhe inquiete, trilhando o seu caminho autoral. Nesse processo, destaca-se uma prática inovadora desenvolvida a partir dos conhecimentos prévios dos alunos, dos diálogos coletivos, dos questionamentos, da valorização em torno das vivências e do uso de uma tecnologia aprazível (Fotografia) para os sujeitos ativos, desenvolvendo uma pesquisa orientada por adultos, mas conduzida pelas crianças, destacando o fazer investigativo dos infantes.

Palavras-chave


Criança; Pesquisa; Vivências

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 LÍLIAN MATOS DA SILVA


 

Universidade do Estado da Bahia – UNEB – Campus I
Rua Silveira Martins, 2555, Cabula – Salvador-BA
CEP 41.150-000
Prédio da Pós-Graduação em Educação – GEOTEC

 
ISSN: 2674-7227

PERIODICIDADE: Bienal

INDEXADORES E DIRETÓRIOS: 


Todo o conteúdo publicado nestes Anais está licenciado com uma Licença Creative Commons - Attribution-ShareAlike 4.0 International.